Vascular News

O que é um aneurisma?

Aneurisma é uma dilatação localizada e permanente de uma artéria, consequência de um enfraquecimento de sua parede. Na maioria das vezes ocorre em função de depósito de gordura na parede destas artérias. O aneurisma da aorta acontece quando o diâmetro da artéria é maior que quatro centímetros.


A taxa de mortalidade por conta do rompimento de aneurisma da aorta abdominal é de mais de 90%. O aneurisma da aorta abdominal roto é a 10ª causa de morte nos EUA. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 6 mil pessoas morrem por ano pelo rompimento de um aneurisma no Brasil 90% dos casos ocorre abaixo das artérias renais e estão diretamente relacionados à arteriosclerose da aorta.


Quais são os sintomas de um aneurisma?

Os aneurismas costumam ser silenciosos e podem não causar qualquer sintoma. Geralmente são descobertos durante um exame clínico ou exames de imagem do abdômen como radiografia, ultrassonografia, tomografia ou ressonância magnética.


Mas os sintomas podem, sim, aparecer quando o aneurisma atinge diâmetros elevados, causando impressão de “coração batendo na barriga”, ou quando comprimem estruturas vizinhas, como intestino, estômago e outros, causando dor e desconforto abdominal.


Ocorre com mais frequência em pacientes acima dos 50 anos, predominantemente entre o sexo masculino - quatro vezes mais do que no sexo feminino. Há predisposição genética sobre o problema, ou seja, os familiares das pessoas com diagnóstico de aneurisma da aorta abdominal apresentam maior possibilidade de desenvolver esta dilatação.


Como tratar um aneurisma?

O tratamento pode ser clínico, cirúrgico ou por meio da colocação de stents, pequenas próteses que podem ser colocadas no interior da artéria para evitar a obstrução dos vasos sanguíneos.


Quando o aneurisma é menor que cinco centímetros de diâmetro, deve ser acompanhado por ultrassonografias semestrais para se avaliar a velocidade de crescimento. Caso seja maior do que isso, deve ser tratado cirurgicamente. O uso de stents também pode ser avaliado se as condições clínicas do paciente forem compatíveis com um baixo risco. Se o aneurisma apresentar crescimento rápido (mais que 0,6 centímetros/ano), o tratamento invasivo está indicado.


No tratamento endovascular, faz-se um pequeno corte (cinco pontos aproximadamente) na virilha e, através da artéria femoral, é introduzida uma endoprótese para substituir a aorta dilatada. O procedimento é mais simples que a cirurgia convencional, com recuperação mais rápida do paciente.

Home

Clínicas

Unidade Itapeva

Rua Itapeva 240 - Bela Vista

São Paulo - SP - 01332-000

Unidade Tatuapé

Av. Celso Garcia 3884 cj 12

São Paulo - SP - 03064-000

Central de
Atendimento

11 3253-3034/3266-4652 (Itapeva)

11 2295-3970/2294-1897 (Tatuapé)

  • Whatsapp
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • email

Se preferir preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato

© 2019 por Dr. Jorge Kalil. Desenvolvimento Obla Digital