Trombose venosa na gravidez

Hoje irei te contar sobre um estudo científico que realizei sobre os fatores determinantes e as causas da trombose venosa na gravidez.

Foram estudadas e analisadas gestantes com diagnóstico de trombose em maternidade onde 89% de mais de 24 mil pacientes foram submetidas a cesarianas, 7,5% foram partos normais e 3,5% fórceps.

Das mais de 24 mil grávidas, 42 foram acometidas por trombose venosa, ou seja, aproximadamente 2% desenvolveram a doença. Possivelmente você esteja pensando: baixo índice! Verdade. Mas e se fosse uma delas? Aí certamente você estaria preocupada!

Pois bem, destas 42 pacientes: 

a) a maioria eram mães de primeira viagem;

b) muitas com gestações gemelares;

c) na maioria a trombose ocorreu no primeiro trimestre da gestação;

d) houve um caso de embolia pulmonar;

e) houve co-risco de morte da mãe e do feto;

f) uma paciente havia feito fertilização in vitro;

g) a maioria tinha alterações na coagulação sanguínea.

Foi comprovado ainda que o parto cesariano foi responsável por 10% das tromboses pós-parto. Não houve nenhum caso de trombose após parto normal.

Concluímos que a trombose venosa na gravidez, apesar da baixa frequência, aumenta consideravelmente as possíveis complicações da gravidez para a gestante, assim como para o feto!

Se você tiver antecedente familiar ou pessoal de trombose venosa na GRAVIDEZ, informe seu ginecologista! Certamente você necessitará da avaliação de um cirurgião vascular, especialista pela #SBACV. Agende sua consulta e cuide-se!

Home

Clínicas

Unidade Itapeva

Rua Itapeva 240 - Bela Vista

São Paulo - SP - 01332-000

Unidade Tatuapé

Av. Celso Garcia 3884 cj 12

São Paulo - SP - 03064-000

Central de
Atendimento

11 3253-3034/3266-4652 (Itapeva)

11 2295-3970/2294-1897 (Tatuapé)

  • Whatsapp
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • email

Se preferir preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato

© 2019 por Dr. Jorge Kalil. Desenvolvimento Obla Digital